Junte sua matilha e destrua a Wyrm – ENTREVISTA

Semana passada, a página RPG.com anunciou que o Live Action de lobisomem em Balneário Camboriú foi autorizado pela One World By Night (OWBN). Em entrevista, a diretora desse LARP, Thalita de Azevedo, deu alguns detalhes sobre a nova crônica, “Rage Across Lages – Where the Moon never sleeps”.

Desenho mostrando um lobisomem.
Imagem: Creative Commons – Daniel Ferencak

Fantasia em Jogo – Por que vocês decidiram organizar um Live Action de lobisomem? Como surgiu a ideia?
Thalita de Azevedo – (…). Veio no início para mim como um desafio. No início da minha jornada rpgística, joguei “Lobisomem: O Apocalipse“. Meu mestre na época tinha esse sonho junto com o meu marido e eles nunca conseguiram pôr em prática. Como sou a “garota social” da relação, fui atrás para ver se era possível e como funcionava. Depois de muita insistência de alguns amigos (Dani, Nando), conseguimos aprovar a House. O motivo mesmo de ter criado e ter ido tão longe, além da realização de um sonho de alguns de meus amigos, foi dar aos players de Live Action a chance de não ser um vampiro, já que é o live mais tradicional aqui no País.

FJ – Quantas pessoas vão estar na organização? Como as funções vão ser divididas?
TA – Serão apenas 3 pessoas na organização, dentre elas Michel e o Djhonny. É uma diretora e dois narradores que tem as melhores ideias e “desculpas tolkianas” para plots que eu conheço

FJ – Com que frequência as sessões de Live vão acontecer? Quando elas vão começar?
TA – A frequência do Live presencial é de uma vez ao mês para que haja tempo para todos se organizarem. Acredito que até o fim deste mês estaremos divulgando as datas, porém o play-by-mail começa dia 27 de Abril.

FJ – Como essa crônica vai interagir com as demais Houses da OWBN? Os personagens da crônica de vocês vão poder interagir com personagens de outras crônicas da OWBN?
TA – A House existe, o plot de interação também. Já iniciamos negociações com a House de Londrina. Todos os personagens serão oficiais. Sendo assim, onde tiver uma house da OWBN, você pode jogar. Vale lembrar que depende dos diretores e narradores das Houses deixar o personagem entrar na cronica ou não, mas em geral todos podem participar.

FJ – Haverá alguma restrição para construção dos personagens (posto, augúrio, tribo)? Se sim, quais?
TA – Posto Inicial por enquanto, afinal de certo modo até o Caern é novo (kkk) e restrição de tribo acho que não existe, pois todas que estão no Laws of the Wyld podem ser criadas.

FJ – Quantos jogadores já se inscrevam para a crônica até agora?
TA – No momento temos 12 jogadores, mas ainda espero ter mais, tanto no presencial quanto no e-mail. Aliás quem quiser se inscrever é só mandar um e-mail para rageacrosslages@gmail.com.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *