ANIME FRIENDS / EIRPG (PARTE 2) – FINAL

Atualizado em 27/07/2015

Ontem (19) foi o sexto e último dia do Anime Friends e do EIRPG. Jogos de tabuleiro, Card Games, mesas de RPG, produtos para jogadores e muitas outras atrações aguardavam os visitantes, que tinham algumas dificuldades de se deslocar devido ao grande número de pessoas no evento.

Um Live Action inspirado em mitologia grega chamou a atenção deste blog. A sessão foi organizada pela GAFE Lazer, um grupo que trabalha com animação de festas. Segundo um dos membros da GAFE, que se apresentou como “Silverstom”, é o terceiro ano que a Devir cede um espaço para eles fazerem o live.

Silverstom, que também é professor de História, disse que a GAFE usa o live para ensinar os jogadores sobre a história e a mitologia de povos antigos: “Eles aprendem muito melhor se viverem a história ao invés de ficarem ouvindo alguém falar”.

Além do figurino, havia algumas revistas que poderiam ajudar os jogadores a incorporarem melhor os personagens antes da sessão começar. Silverstom narrou o live, além de interpretar alguns NPCs: Zeus, Cronos, Hermes, Hefesto e o Oráculo (que parecia um faraó). Outro membro da GAFE, Jackson, interpretou o NPC Ares.

Ares, o deus da Guerra.
Ares, o deus da Guerra.

Os PCs (personagens interpretados por jogadores) foram Poseidon, Hades, Atena e Percy Jackson – usado como um “apoio”, pois ele não é parte da mitologia grega. O enredo do live começou com o desaparecimento do Senhor do Olimpo, Zeus. Com o desaparecimento dele, os demais deuses se reuniram para decidir o que fazer.

Poseidon, Hades e Ares concordaram que era preciso ocupar o lugar que Zeus tinha deixado vazio. Ninguém sabia quando ou se ele voltaria. Se o Olimpo não tivesse alguém para comandá-lo, poderia haver uma desordem cósmica com efeitos catastróficos.

Levou algum tempo, mas Poseidon conseguiu convencer o filho, Percy, a ajudá-lo. Atena, relutantemente, também concordou com o plano: roubar o raio de Zeus para o caso de ele aparecer de repente. Isso diminuiria a força de um eventual contra-ataque do pai de Hércules.

A segunda parte do plano era atacar várias cidades ao mesmo tempo para distrair os demais deuses e eventuais simpatizantes de Zeus. Assim, Poseidon, Hades e Ares aproveitariam a chance para dominar o Olimpo. Entretanto, quando a manobra estava para ser executada, tudo começou a ruir.

Entidades apareceram no Olimpo e afirmaram que Zeus estava preso nos domínios de Hades“Quem fez isso está aqui nesta sala”, disse Hermes. Todos começaram a desconfiar uns dos outros. Poseidon insistiu que aquela era uma história inventada para semear a discórdia e que o plano original devia ser levado adiante.

Entretanto, num determinado momento, até ele começou a aceitar a possibilidade de Zeus não ter se ausentado por vontade própria: “Eu achei que Zeus tinha simplesmente ido embora. Mas se ele realmente estiver preso, então vamos libertá-lo”.

Hades e Ares não pareciam muito animados com a ideia. Então, Poseidon disse a Atena e a Percy: “Vão até os domínios de Hades. Se Zeus realmente estiver lá, deem um jeito de libertá-lo. Eu distraio os dois (Ares e Hades) enquanto vocês fazem isso”.

No fim, Zeus, com a ajuda de aliados, conseguiu se libertar. Ele voltou ao Olimpo, tirou os poderes de Ares e de Hades e revelou que tudo era uma conspiração dos dois para destroná-lo. Em seguida, se dirigiu a Poseidon: “Eles estavam usando você o tempo todo”.

Ares, o Deus da Guerra, foi condenado a trabalhar por 300 anos como um membro da organização “Médicos Sem Fronteiras”. A pena de Hades foi passar 80 anos meditando no Tibet. Poseidon também foi punido, pois, segundo Zeus, demorou a agir. Ele foi encarregado de ajudar Apolo a construir as muralhas de Troia.

Nem tudo o que aconteceu no live foi fiel à mitologia original, mas a maior parte foi. Quando a sessão acabou, Silverstom explicou o que os mitos realmente contavam. Hades e Ares realmente tinham tramado contra Zeus. Abaixo, fotos do live:

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *