10 DICAS PARA INTERPRETAR SEU PERSONAGEM

A interpretação é um dos pilares do Live Action, RPG e outros jogos do tipo. Ela pode aparecer pouco ou muito dependendo da sessão, mas sempre vai estar lá. As dicas deste blog podem ajudar os jogadores que querem interpretar os personagens deles de maneira satisfatória.

A imagem mostra a foto de uma mulher jogando RPG e a outra, ela vestida como uma guerreira.
Crédito: Screenshot – YouTube / Zombie Orpheus Entertainment

1 – Mude o jeito de falar. Enquanto seu personagem estiver falando, você pode deixar sua voz mais grave ou mais aguda. Também pode tentar falar mais rápido ou mais devagar do que você faria na vida real.

2 – Gestos. Algumas pessoas fazem certos gestos sob determinadas circunstâncias. Você pode criar um gesto que se torne uma “marca registrada” do personagem. Por exemplo: aquela pessoa sempre morde o lábio quando mente.

3 – Antes de cada sessão, imagine você mesmo vivendo todas as experiências do personagem. Se ele matou alguém, se imagine fazendo isso. Se ele ficou rico, imagine o dinheiro.  Alguns segundos fazendo isso são suficientes, mas você pode gastar mais tempo nisso se achar necessário.

4 – No jogo, faça o que seu personagem faria, mesmo sendo uma ideia ruim. Por exemplo: o jogador acha uma péssima ideia entrar naquele lugar cheio de inimigos. Contudo, o personagem acredita ser forte o bastante para vencer todos e quer entrar lá. Então, entre lá. Jogos de interpretação são sobre contar histórias, não sobre vitória ou derrota.

5 – Separe a vida do personagem da vida do jogador. Não é bom que dois personagens gostem um do outro no jogo só porque os jogadores são amigos na vida real. E ninguém precisa ficar de mal do amigo na vida real só porque o personagem dele matou o seu.

6 – Pratique. Quanto mais você tentar agir como seu personagem durante o jogo, mais fácil vai ser a interpretação ao longo do tempo.

7 – Em combates, usar a ficha é inevitável, mas isso não se aplica tanto a situações sociais. Ao invés de sempre depender dos pontos de carisma ou de inteligência, você pode tentar convencer alguém a fazer algo apenas na base da interpretação.

8 – É bom se preocupar com a interpretação, mas evite excessos. O jogo é para se divertir e ninguém que tenha bom senso exige que você sua interpretação seja perfeita. Ninguém precisa ser ator ou atriz para jogar.

9 – Sua interpretação não precisa ser perfeita, mas não pode ser desleixada. A falta de esforço para interpretar pode destruir o clima do jogo.

10 – Algumas pessoas, sob determinadas circunstâncias, mudam. Personagens também.




One Comment

  1. Outra dica que poderia ser adicionada é a questão de treinar a interpretação em frente ao espelho, fará com que você perca a vergonha e fique mais confiante em treinar seu personagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *